História

O clube foi fundado em 22 de Dezembro de 1922.

Teve inicialmente o nome de Cunha Foot-Ball Club porque o primeiro sócio do clube se chamava Joaquim Cunha e sediou originalmente o clube na loja de que era proprietário, na Rua de Campo de Ourique. Depois disso, e antes de ter a sua sede na Travessa do Cabo, o clube esteve sediado na Rua Maria Pia, na Rua Pereira e Sousa e na Rua Tomás da Anunciação.

 Foto : 1938 - Direcção do Clube junto da vitrine com os troféus ganhos pelo clube. Carlos Bernardino (Tesoureiro da comissão administrativa) ; Raul Sousa (Vogal da comissão administrativa; Carlos Silva

As primeiras atividades do C.A.C.O. foram o ciclismo e o futebol..

O futebol foi atividade de curta duração, mas no ciclismo o Clube conquistou um importante palmarés nas décadas de 20, 30 e 40 do séc. XX. Para alem dos resultados desportivos o C.A.C.O. foi o organizador da Volta a Portugal de 1940 e 1941.

Foto: Carro do Clube

Na década de 30 do séc. XX, surgiram no C.A.C.O. o voleibol, o basquetebol, o hóquei em patins, a ginástica, o tiro, a patinagem e o uma secção de boxe com campeões nacionais em algumas categorias, Luís Pires e António Santos.

 

O rinque foi construído na gerência de 1938-39, tendo sido inaugurado em 31 de dezembro de 1939. A bancada foi inaugurada em 1955.

 

Nos anos 30 e 40, houve uma vida cultural intensa, havendo mesmo um grupo de teatro. Nessa altura, o Clube foi organizador das marchas e ganhou em 1935 o prémio de graciosidade.

 

Na década de 40, surge,o ténis de mesa, o aeromodelismo e o xadrez.

 

Nos finais da década de 50 do sec. XX,o Clube criou também uma importante secção de andebol, com um grande número de praticantes e que conquistou relevantes resultados desportivos, atingindo o apogeu nos anos de 1981 e 1982 com a conquista, pela equipa feminina, de duas Taças de Portugal e uma Supertaça.

 

O hóquei em patins transformou-se no ex-líbris do C.A.C.O., com o seu apogeu nos anos de 1954, ano em que o Clube foi Campeão Nacional e em 1955, conquistando o Troféu  Teresa Herrera (antiga taça dos campeões europeus) troféu único no país .

 

Refira-se que pelo C.A.C.O. passaram grandes figuras do hóquei nacional, campeões europeus e mundiais, como Carlos Bernardino, Vaz Guedes, Carlos Pires, Antônio Matos, José Pereira, Realista, Luís Nunes, entre outros.

Com altos e baixos, esta modalidade tem permanecido em atividade até hoje.

 

A modalidade de judo surgiu no C.A.C.O. a partir de novembro de 1974 e mantém-se até hoje, sempre com o Mestre Miguel Corrula como responsável.

 

Mais recentemente, em 2013, foi criada a secção de futsal, mas que neste momento se encontra suspensa.

 

Para além das modalidades de competição , hóquei em patins e judo, o C.A.C.O. tem desde 2014 procurado constantemente aumentar e diversificar a oferta de atividades no clube. Neste momento existe em funcionamento aulas de Krav Maga, Patinagem, Pilates, xadres e yoga. Estão ainda abertas as inscrições para o Karaté e o Zumba. Todas estas atividades movimentam cerca de 200 atletas

Emblema


O emblema é formado por um círculo de fundo branco, encimado por uma águia-real de asas abertas. Ao centro, em oblíquo, de cima para baixo e da direita para a esquerda, tem uma faixa branca, com uma faixa vermelha no mesmo sentido, sobre a qual assenta a cruz de Cristo a toda a dimensão do círculo, sobrepondo-se-lhe, a meio, um escudo triangular vermelho orlado a preto, com um vértice para baixo e um lado reto virado para cima, e com os outros dois lados em linha curva. Ao centro do escudo há uma estrela branca de cinco pontas. Nos quatro intervalos dos braços da cruz de Cristo tem as iniciais C.A.C.O., a preto.

Bandeira


A bandeira é em formato retangular, de fundo branco com faixa vermelha horizontal, sendo ao centro entrecortada pelo distintivo do Clube, o qual será circundado pelo seu nome a letras pretas.

Equipamento das equipas


As camisolas são brancas com tarja vermelha, a toda a volta à altura do peito. Serão debruadas da mesma cor, nas cavas, mangas, golas ou decotes. Os calções são pretos e as meias brancas com canhão vermelho.

No equipamento alternativo, as camisolas são vermelhas, com calções pretos e meias brancas ou vermelhas.

Siga-nos aqui:

  • Facebook Clean
  • YouTube Clean